Como funciona o processo de armazenagem logística?

processo de armazenagem logística
6 minutos para ler

Até pouco tempo, quando se falava sobre armazenagem logística, quase sempre o assunto era associado a um simples armazém, no qual a empresa estocava seus produtos e os expedia conforme seus pedidos.

Hoje, certamente, ainda cumpre esse papel essencial, porém, passou a ser enxergada como uma estratégia fundamental para o funcionamento do negócio, inclusive se tornando um grande diferencial da empresa.

Quer entender como funciona um processo completo de armazenagem logística e como deve ser valorizado dentro da organização para melhorar a produtividade, reduzir custos e até aumentar sua capacidade de espaços físicos? Confira as informações que trouxemos para você! 

Recebimento de mercadorias 

Esse é o primeiro passo de um processo de armazenagem logística. Ele pode variar de acordo com o tipo de produto, tamanho do pedido e segmento de atuação de sua empresa. No entanto, de uma forma geral, o recebimento é realizado por caminhões que descarregam nas docas para, após a conferência, serem endereçados às prateleiras. 

Conferência dos itens

É muito importante que a conferência seja considerada uma etapa do processo de armazenagem logística. Isso pode incluir regras e normas na política da empresa para se chegar a um padrão desejado, como seguir um checklist, delegar responsáveis, ações em casos de erros ou faltas, entre outros detalhes. 

Basicamente, a conferência serve para checar o pedido por completo em relação à quantidade correta, se há avarias, excessos, faltas, desconformidades etc.

Palletização 

Pode ser que alguns fornecedores já entreguem seus pedidos dispostos em pallets, o que facilita esse processo. Já em outros casos, cabe ao armazém realizar essa etapa, conforme as necessidades e características do produto.

Há diversas formas de palletização e isso vai variar de acordo com as estruturas e sistemas de armazenagem que você tem disponível. Por exemplo, para alimentos perecíveis, o mais recomendado é utilizar um pallet de aço, devido à facilidade de higienização e resistência a câmaras frigorificas.

Endereçamento no estoque

O terceiro passo do processo de armazenagem logística é o endereçamento do produto dentro do estoque. Hoje, graças à tecnologia, isso pode ser facilitado por meio de códigos de barras e leitores, que identificam o item e, automaticamente, o sistema indica para qual setor ele deve ser encaminhado.

Estocagem 

Finalmente o item chegará à sua prateleira! Ali, o operador confirma se o código de barras confere se o sistema endereçou o item para o local certo e, em caso positivo, o armazena.

Há uma infinidade de estruturas que compõem esses estoques e cabe ao gestor conhecer as principais para otimizar o seu armazém. Por exemplo, se sua empresa trabalha com cargas palletizadas, certamente a armazenagem será facilitada com um porta-pallet.  

Outros modelos como o Drive in e Drive thru, push back dinâmico, autoportante e cantilever são exemplos de diferentes estruturas que um armazém pode optar para a sua armazenagem e otimizar os processos, sem necessariamente precisar construir novos espaços com paredes. 

Identificação e localização

Assim que necessário, a mercadoria vai precisar ser retirada do estoque e, então, ser devidamente identificada. Logo, o pedido entra no sistema de gestão do armazém (WMS) e, depois, as informações são enviadas para o coletor de dados do operador, que identifica o item e o conduz até o setor de separação (picking).

Mais uma vez, a tecnologia se faz fundamental nesse processo, no qual os coletores de dados e os códigos de barras podem agilizar imensamente a atividade, além, é claro, do sistema de picking utilizado, que é o que veremos a seguir.

Picking ou separação de pedidos

Também chamado de separação de mercadorias, o picking é um dos processos mais importantes da armazenagem logística, pois é a partir dele que se iniciam as etapas de entrega até o cliente final.

Qualquer falha ou atraso impacta diretamente o prazo de entrega e a qualidade de serviço. Por esse motivo, é imprescindível contar com sistemas eficientes de picking, que acelerem e otimizem essa etapa.

Um dos sistemas mais recomendados é Flow Rack, em especial para estoques baseados no método LIFO (last in, first out), já que se utilizam roldanas e trilhos que abastecem as cargas por ação da gravidade, levando os itens de uma extremidade até a outra, sem a necessidade de operadores ou empilhadeiras nas prateleiras.

Outro exemplo de sistema de picking, mais simples e mais enxuto, é o mini porta pallet, indicado para uma separação manual de itens menores e mais leves, que pode ser feito e manuseado diretamente por um dos operadores.

Embalagem 

Essa etapa não é uma regra para todos os tipos de armazenagem logística. Afinal, muitos produtos já estão estocados com as devidas embalagens e do picking passam direto para a expedição.

No entanto, em casos mais específicos, como kits montados ou lotes de produtos, essa etapa se faz necessária, juntando diferentes partes de um pedido e as embalando em uma única caixa.

Expedição e entrega

A partir daqui o produto já é carregado no caminhão, tem as notas fiscais e o CT-e emitidos e deve seguir até o destino final, de acordo com as informações do pedido.

Note que o processo de entrega se inicia, de fato, na etapa de identificação e a expedição é apenas uma parte teoricamente mais simples. Ou seja, isso é bom para perceber que todos os processos internos do armazém são essenciais para o cumprimento dos prazos.

Por exemplo, imagine se há falhas ou demoras durante o picking do produto. Certamente, o atraso dessa entrega não será por culpa do transportador, mas sim pela falta de capacidade de organização dentro do seu estoque.

Todas essas informações mostram a importância de conhecer e dominar cada etapa do processo de armazenagem logística e entender que cada uma delas impacta a qualidade de seus serviços e a capacidade de sua produção. Por isso, é fundamental investir em sistemas e estruturas inteligentes e modernas, que otimizem as atividades e contribuam para o funcionamento ideal de seu armazém. 

Gostou do nosso post? Então, não deixe de conferir nosso artigo sobre os principais tipos de estruturas de armazenagem e se informe melhor sobre o assunto!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-