Fique por dentro dos tipos de esteiras transportadoras e como usá-las

tipos de esteiras transportadoras
6 minutos para ler

A logística de uma empresa envolve inúmeros processos e etapas diferentes. As esteiras transportadoras fazem parte desse universo e facilitam a movimentação de produtos e mercadorias nas indústrias, por isso, são fundamentais para a produtividade.

O armazenamento e o estoque são processos importantes para manter a produtividade em alta e otimizar as etapas de trabalho. Quanto mais eficiente for esse serviço, maior a possibilidade da empresa operar com uma logística inteligente e que traga benefícios para os negócios.

Neste artigo, vamos entender o que são esteiras transportadoras e para que servem. Além disso, mostraremos quais são os tipos, as melhores opções e as vantagens das que são feitas de roletes. Acompanhe a leitura!

O que são esteiras transportadoras?

De forma resumida, as esteiras transportadoras são equipamentos que auxiliam na movimentação das cargas nos armazéns e estoques. É por meio delas que muitas operações funcionam, pois facilitam a rotina de muitos trabalhadores e dão dinamismo às tarefas.

Diversas indústrias fazem uso desses equipamentos, como farmacêutica, alimentícia, construção civil, automobilística, dentre outras. Cada uma das áreas de atuação precisa encontrar o tipo de esteira que será ideal para a movimentação de seus produtos.

Para que servem esteiras transportadoras na logística?

Elas são projetadas com o objetivo de fazer o transporte de materiais de um setor para outro, oferecendo maior rapidez e produtividade para a empresa. Dependendo de sua utilização, podem variar em sua concepção, em quesitos como o tamanho, a forma e os materiais nela aplicados.

Elas são utilizadas no processo de entrada e alocação nos armazéns e estoques, e servem para distribuir as cargas de acordo com o seu endereçamento. Nos processos de saída, auxiliam na separação e movimentação para a área de expedição. As cargas são colocadas sobre a esteira e movimentadas de forma manual ou motorizada.

Um dos grandes benefícios da utilização de esteiras transportadoras na indústria é o fato de elas servirem para acelerar o trabalho, evitando que o processo de transporte seja feito manualmente. Isso também diminui a possibilidade de ocorrência de acidentes de trabalho, que podem trazer problemas aos colaboradores e para a empresa.

Quais são os tipos de esteiras transportadoras?

Existem vários tipos de esteiras e é importante conhecer cada um deles a fim de descobrir qual é o melhor para a realidade do seu negócio. Vamos conhecê-los!

Roletes livres

É um dos modelos mais utilizados no transporte de insumos em diversas indústrias. As esteiras de roletes livres são compostas por rolos cilíndricos paralelos fixados em um suporte de sustentação que realizam a movimentação dos materiais apoiados sobre eles, girando em torno de seu eixo.

Elas podem funcionar por acionamento mecânico ou por condução manual. O revestimento dos roletes podem variar de acordo com o produto que está sendo transportado. São feitas para utilização horizontal, podendo ter inclinação e curvas, com guias laterais ajustáveis.

Motorizadas

As motorizadas proporcionam uma movimentação mais rápida entre postos de trabalho ou deslocamentos em médias distâncias. Os motores também são utilizados para facilitar atividades como seleção, inspeção, pesagem ou preparação de lotes para expedição dentro da linha de produção.

Transportadoras curvas

Oferecem mais dinamismo às linhas de produção, uma vez que o sistema em curva facilita o transporte em diferentes ambientes. Os materiais utilizados na construção das esteiras transportadoras curvas variam de acordo com as necessidades da indústria, podendo ser em roletes ou manta.

Lona

Algumas indústrias precisam de esteiras de lona para o transporte de materiais, como grãos e farelos, que não podem ser movimentados nas que são compostas somente de roletes. Elas costumam ser feitas de PVC e podem transportar qualquer tipo e tamanho de produto, inclusive materiais úmidos e líquidos.

Também existem as de borracha, utilizadas em linhas que transportam minérios e sacarias. Esse material proporciona alta resistência e durabilidade, com excelente custo-benefício. Devido à elasticidade, pode ser aplicado sobre roletes laterais inclinados, criando um leito de transporte côncavo, ideal para a movimentação de produtos a granel como pedra, areia e outros.

Como escolher o melhor tipo de esteira transportadora?

A escolha do melhor tipo de esteira deve ser feita de modo individual e respeitar as características de cada negócio. É preciso considerar a carga que será transportada e a finalidade da operação. Essa análise diminui a possibilidade de erros no processo e a compra equivocada.

Cargas de pequeno porte, como caixas, podem utilizar esteiras livres. Já as cargas paletizadas podem precisar das motorizadas para render de modo satisfatório. Da mesmo maneira, as cargas a granel (grãos e farelos) precisam de lona.

Portanto, é fundamental analisar qual será a carga movimentada e fazer a escolha com base nessas informações. Uma boa maneira de verificar a utilização é visitar alguma outra empresa que está usando esse serviço e descobrir como está sendo a experiência.

Quais são as vantagens das esteiras de roletes?

Em uma aplicação básica, para movimentação em superfície plana, as esteiras de roletes oferecem melhor custo-benefício. De forma geral, a durabilidade dos roletes em aço é bem maior que a lona, que sofre desgastes com os atritos causados pela movimentação das cargas.

As esteiras em lona funcionam apenas com o uso de motores, enquanto os roletes livres dispensam esse recurso, o que diminui a dependência dessa tecnologia. No entanto, as de lona são mais indicadas para a elevação das cargas, por ter maior atrito com elas.

As principais vantagens das esteiras de roletes são:

  • diminui o tempo de movimentação das cargas;
  • aumenta a produtividade;
  • reduz a mão de obra (operadores de empilhadeiras);
  • simplifica as rotinas operacionais.

Neste artigo, conhecemos os principais tipos de esteiras transportadoras, para que elas servem e quais são mais adequadas para cada realidade. A escolha deve ser baseada no tipo de material que será transportado e na finalidade de cada operação, sendo fácil detectar qual se adapta às necessidades da sua empresa. Por isso, não hesite em pesquisar a melhor opção e tomar a decisão correta.

Se você gostou de aprender sobre esse tema, entre em contato conosco e veja como nossas opções podem otimizar o armazenamento e estoque da sua empresa!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos sobre Logística e Sistemas de Armazenagem

Obrigado por se inscrever!