Quais são as funções de um gerente de supply chain? Veja!

gerente de supply chain
6 minutos para ler

Dentro do setor de logística existem diversos cargos, e cada um tem um papel relevante para o alcance de bons resultados para a empresa. O gerente de supply chain é um profissional essencial, que contribui para a correta execução de inúmeros processos logísticos.

Sua função é estratégica, e a sua presença na empresa faz com que a logística se desenvolva de uma maneira mais eficiente e segura.

Diante disso, é interessante que gerentes logísticos compreendam o papel desse profissional e a sua importância para o cotidiano do setor e da própria empresa. Saiba mais a seguir!

O que faz um gerente de supply chain?

O gerente de supply chain é o profissional responsável por integrar todos os processos do setor de logística e, também, pelo relacionamento com clientes e fornecedores.

Enquanto o gerente de logística cuida da gestão de materiais, do planejamento dos processos de armazenamento, distribuição e transporte, o supply chain cuida dos fatores que garantem que todas essas atividades funcionem adequadamente, especialmente aquelas relacionados à gestão de empresas e fornecedores.

Quando se fala em supply chain — traduzido para o português como “cadeia de suprimentos” —, logo percebemos que se trata de um sistema que gerencia e organiza pessoas, recursos, tecnologias, dados e atividades em torno da movimentação de um produto ou serviço.

Desse modo, esse profissional tem uma atuação bastante ampla e útil, garantindo que a estrutura disponível na empresa seja corretamente utilizada para que o consumidor final desfrute de um serviço rápido e de qualidade.

Por que ele é importante para a logística?

Conforme visto, o gerente de supply chain integra diversas áreas de uma empresa. No entanto, é na logística que sua função se destaca.

À medida que a empresa cresce, é natural que o setor de logística seja ainda mais demandado. Isso ocorre porque as atividades ali exercidas se tornam mais complexas e vitais para a satisfação do cliente.

Diante disso, esse profissional passa a desempenhar um papel essencial dentro da cadeia logística, principalmente por exercer múltiplas funções. Veja, a seguir, a sua contribuição para o setor!

Atua na redução de custos logísticos

Com o apoio de um gerente de supply chain capacitado e eficiente, a logística se torna mais econômica.

Vale a pena mencionar que a área é responsável por consumir 12,37% do faturamento da empresa e que, por isso, é necessário investir em controle de gastos.

Por meio de uma interação com os demais setores e do monitoramento dos processos, é possível evitar desperdícios e otimizar bastante o uso dos recursos disponíveis. Tudo isso conduz a uma operação mais barata e, consequentemente, em maior rentabilidade empresarial.

Melhora o fluxo de trabalho no setor

A função do gerente de supply chain é assegurar que a logística funcione de maneira eficiente e produtiva. Por isso, com a presença desse indivíduo, o fluxo de trabalho se torna mais preciso e padronizado.

Na prática, é possível identificar a redução de falhas nas atividades, o aumento da padronização dos procedimentos e um melhor aproveitamento do tempo dos colaboradores.

A consequência disso é um setor mais produtivo e colaborativo. Todos os funcionários alocados no setor têm um direcionamento de suas atividades e, assim, conseguem manter a produtividade estável.

Ajuda a tornar a empresa mais competitiva

Essa é uma consequência direta das melhorias implementadas no setor de logística. Afinal, quando esse setor se torna mais produtivo, a empresa consegue se destacar no mercado.

Em um cenário de alta competitividade, a logística é o propulsor do crescimento empresarial. Sempre que seus processos são executados com precisão e rapidez, o negócio cresce e melhora a sua credibilidade entre os clientes.

Além disso, a própria redução de custos é um elemento essencial para a atuação do negócio. Em tempos de crise, é preciso oferecer um produto/serviço de qualidade e por um preço atrativo.

Aumenta a eficiência da cadeia de suprimentos

O gerente de supply chain se responsabiliza pela gestão interempresarial, isto é, entre as empresas envolvidas com a produção. Dessa maneira, ele contribui para a melhoria da cadeia de suprimentos, tornando-a mais comunicativa.

Ao adotar uma visão mais estratégica e completa sobre os processos logísticos, ele consegue manter todos os agentes em sintonia e evita a ruptura e a indisponibilidade de produtos no estoque e nas gôndolas.

Lembrando que o processo logístico se inicia com a correta escolha dos parceiros logísticos e com o estabelecimento de contratos de longo prazo, o que assegura um canal de distribuição apto a atender as necessidades e expectativas do cliente.

Em outras palavras, a atuação desse profissional é preponderante para a manutenção de uma boa relação com os fornecedores, assegurando que todos cumpram com prazos e padrões de qualidade.

Qual o seu papel no desenvolvimento empresarial?

O profissional de supply chain está em constante contato com diversas áreas da empresa, como o marketing, vendas, finanças, produção, logística, fornecedores e, também, com os clientes.

Essa atuação globalizada confere a ele um papel importante no desenvolvimento empresarial. Afinal, assim que a equipe de marketing cria uma campanha, é seu papel assegurar que todas as etapas serão cumpridas com qualidade e eficiência até que o produto chegue ao consumidor final.

A empresa que adota a gestão de sua cadeia de suprimentos consegue uma redução significativa dos gastos com estoque, otimiza o transporte e elimina perdas. Isso ocorre graças ao compartilhamento do planejamento estratégico e da divisão de riscos, tornando-a mais ágil e flexível.

Toda a atuação desse gerente visa otimizar o tempo, os recursos e os gastos do negócio, o que o diferencia de seus concorrentes.

Sendo assim, não há como ignorar sua importância para todo o contexto empresarial. Ter um profissional capacitado nessa função ajuda o negócio a crescer de maneira saudável e duradoura.

É possível observar que a conquista de uma vantagem competitiva é algo que depende de atuação eficaz de inúmeros setores. Cada uma das atividades exercidas tem o potencial de gerar valor ao negócio e ser um fator de diferenciação.

A logística é uma área estrategicamente relevante e o gerente de supply chain contribui para que as atividades ali desempenhadas sejam ainda mais eficientes e produtivas. Por essa razão, contar com o auxílio desse profissional é investir em competitividade e desenvolvimento empresarial.

Gostou das informações apresentadas? Quer se manter informado sobre o universo da logística? Assine agora mesmo a nossa newsletter!

Você também pode gostar

2 thoughts on “Quais são as funções de um gerente de supply chain? Veja!

  1. Estou formando agora em Junho em Superior Logística, estou na duvida para faz pós, Engenharia da Logística ou Supply Chain ?
    Gostei do material acima, usei para meu trabalho, sobre a importância do Gestor na Gestão da cadeia de Suprimentos.
    Poderem ajudar com esta duvida eu agradeço muito, Engenharia Logística ou Supply Chain.

    Obrigado !

    1. Olá Wilson! Ficamos felizes que esteja gostando dos nossos materiais 🙂
      Sobre a sua dúvida, ambas as funções atuam de forma estratégica, a Engenharia Logística desenvolve soluções e melhorias que ajudam o gestor de Supply Chain, ou seja, acabam trabalhando em conjunto.
      Dependendo do seu plano de carreira e em quanto tempo você espera alcançar seus objetivos profissionais e pessoais, atuar na área de engenharia logística pode te dar uma grande bagagem para depois atuar como gerente de supply chain.

      Esperamos ter ajudado!

Deixe um comentário

-
Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos sobre Logística e Sistemas de Armazenagem

Obrigado por se inscrever!