Logística Integrada: como implementá-la em sua empresa?

logistica-integrada-como-implementala-em-sua-empresa
6 minutos para ler

Empresários de todos os setores sentem que a competitividade está crescendo a cada dia. O aumento do número de concorrentes e o público mais exigente impõem um ritmo mais acelerado às companhias. Para atender a todas as exigências do mercado, as empresas têm investido em logística integrada.

Tal expressão tem um significado literal: trata-se de uma forma de gestão do processo logístico que integra as metas de todas as áreas. Os objetivos desse modelo são: a diminuição de custos, a otimização dos recursos e a segurança operacional.

Diferentemente do que acontecia antigamente, quando a logística era vista como uma etapa meramente operacional, a área é reconhecida como altamente estratégica hoje em dia. Por isso, é importante que seja realizada uma gestão integrada de todas as fases do processo.

Se você quer implementar uma logística integrada na sua empresa, mas não sabe por onde começar, este artigo pode ajudá-lo. Nos tópicos abaixo, detalhamos tudo o que precisa ser considerado para que a operação seja bem-sucedida e traga resultados. Acompanhe!

Mantenha uma comunicação clara entre as áreas

O primeiro passo para aplicar uma logística integrada é investir na comunicação entre as áreas envolvidas no processo logístico. Esta etapa pode ser difícil de ser colocada em prática, devido à cultura corporativa de cada empresa.

As companhias mais tradicionais geralmente têm uma cultura construída em uma época na qual os processos eram concebidos de forma mais fragmentada. Esta tradição pode ser uma dificuldade a mais para que os colaboradores consigam trabalhar de forma engajada com outras áreas.

Sabendo de tal dificuldade, antes de exigir que os setores mantenham uma boa comunicação, é importante que a companhia invista na comunicação interna. O objetivo deve ser esclarecer para os colaboradores quais são os interesses da companhia que devem ser perseguidos coletivamente.

Esta é uma forma de unificar os esforços e orientá-los para a busca de resultados. Assim, é possível superar a tradicional fragmentação do processo logístico.

Tenha um gestor de projetos como integrante da equipe

A empresa precisa contar com um aliado nessa busca pela unificação dos esforços dos diferentes times — e essa pessoa é o gestor de projetos. Como a logística integrada envolve uma gestão completa, é fundamental ter claro o papel desempenhado por cada colaborador e o seu impacto na totalidade do processo.

É importante que todos os envolvidos nas diferentes etapas da logística tenham acesso a um organograma atualizado e claro. Esta ferramenta simples poderá garantir que problemas sejam sanados de forma mais eficiente, uma vez que se tornará mais fácil identificar os responsáveis por cada ação.

Será o gestor de projetos o encarregado por realizar a identificação do papel de cada funcionário, propiciando que essa visão mais clara do processo como um todo seja alcançada. Além disso, ele ficará a cargo de encontrar problemas neste fluxo de ações e propor melhorias que otimizem o trabalho das equipes.

Invista em tecnologia

Quanto mais automatizadas forem as informações relativas à logística, mais simples será implementar um processo unificado e organizado. Apesar das inúmeras soluções em ERP (Enterprise Resource Planning), muitas empresas continuam concentrando grande parte de suas informações estratégicas em colaboradores.

ebook - guia prático sobre armazenagemPowered by Rock Convert
ebook - logística empresarial guia completoPowered by Rock Convert

Essa prática, ainda muito comum, é um grande risco para a qualidade operacional das companhias. Muitas vezes, esse modelo de gestão é resultado da falta de organização e até mesmo da falta de treinamento para o uso dos softwares adquiridos.

Concentrar informações em um único funcionário aumenta a ocorrência de erros gerados por falhas humanas. Tais falhas vão desde uma simples falta de atenção até a ausência inesperada do colaborador.

Além disso, a concentração de dados estratégicos em determinados membros da equipe pode ser um obstáculo para a prática de uma gestão transparente. E, sem transparência, não existe logística integrada.

Valorize a gestão estratégica desde a matéria-prima

Principalmente em empresas varejistas, é comum a preocupação com a etapa da entrega final do produto em detrimentos das outras fases do processo logístico. Mas a logística integrada não pode cometer este erro.

Para otimizar as operações, diminuir custos e implementar uma logística estratégica, todas as etapas do processo devem ser gerenciadas com excelência. A gestão da compra de matérias-primas e do estoque é fundamental, pois pode ter impacto em todo o fluxo de produção.

Atrasos no recebimento, por exemplo, afetam diretamente a logística de distribuição, causando reflexos nos resultados finais da companhia. Para garantir uma boa gestão nesta etapa do processo, é fundamental acompanhar o trabalho dos fornecedores de perto.

Consciente do andamento do processo logístico na fase do recebimento de matérias-primas, é possível comunicar, com assertividade, as possíveis falhas paras as demais áreas. Essa medida pode ajudar no planejamento de todo o processo. Assim, é possível prever os gargalos logísticos e antecipar a tomada de decisões para a solução de problemas.

Dê uma atenção especial à gestão de terceiros

Para as empresas que trabalham com terceiros, é importante que os objetivos almejados pela logística integrada se estendam às operações do parceiro.

Se a intenção é garantir que nada fuja do previsto, a companhia parceira deve trabalhar com transparência e ter assiduidade (e competência) ao reportar os detalhes dos trabalhos sob sua responsabilidade.

Assim como uma gestão de excelência dos fornecedores de matérias-primas é importante, as empresas terceirizadas requerem bastante atenção. A escolha de terceiros precisa ser feita de forma bastante cautelosa, priorizando a qualidade do serviço prestado.

Afinal, uma boa companhia parceira, que colabore com a logística integrada da companhia, acabará contribuindo com a otimização do processo e o aumento dos lucros. Esses são os passos mais importantes para que a logística integrada seja colocada em prática na sua empresa.

Porém, implementar uma gestão logística de excelência não é um processo simples, pois depende das particularidades e metas de cada organização. O que podemos garantir é que, apesar de trabalhosa, a implementação deste modelo trará excelentes resultados, diminuindo os custos operacionais e aumentando a margem de lucro.

Conseguiu entender o que é preciso fazer para implementar a logística integrada em uma companhia? Então, compartilhe este artigo nas redes sociais e ajude a levar informação para seus colegas!

Você também pode gostar
-
Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos sobre Logística e Sistemas de Armazenagem

Obrigado por se inscrever!