Logística omnichannel: quais os desafios para sua implementação?

logística omnichannel
6 minutos para ler

A logística, historicamente, sempre foi relacionada a processos operacionais manuais. Hoje, graças aos avanços tecnológicos e às mudanças no perfil de compra dos consumidores, houve uma transformação digital no setor, permitindo que muitos desses antigos processos se tornassem online.

Buscando fazer uma integração desses dois ambientes (online e offline), as empresas começaram a trabalhar com novas estratégias e táticas de um conceito relativamente recente: o da logística omnichannel.

Quer entender melhor do que se trata essa ideia, como implementá-la em sua empresa e quais os principais desafios dessa nova era? Então não deixe de ler o post até o final e de tomar nota de todas as dicas que trouxemos aqui. Acompanhe!

Afinal, o que é a logística omnichannel?

O conceito de omnichannel surgiu com as mudanças e tendências de consumo do mundo moderno. Já foi o tempo em que o cliente tinha que se dirigir a uma loja física para comprar um produto, exclusivamente para isso.

Atualmente, há uma infinidade de alternativas para a mesma ação: ele pode realizar a compra pelo site da loja, usando seu desktop, smartphone ou tablet, por um aplicativo específico, uma rede social ou mesmo indo até o endereço físico.

Essa possibilidade tornou o mercado muito mais dinâmico, prático e ágil, além de aumentar a exigência do consumidor — e é justamente aí que entra a questão da logística omnichannel.

Afinal, como gerar uma boa experiência a esse novo perfil de cliente? Como conseguir atender às demandas cada vez mais rápidas? Como acompanhar essa transformação digital em um setor extremamente operacional?

Para responder a essas perguntas, abordaremos todos esses desafios a seguir, explicando, ainda, as formas de implementar a logística omnichannel na sua empresa. Portanto, continue lendo!

Quais os passos fundamentais para implementar a logística omnichannel?

Mude a cultura organizacional

Por mais que os processos de sua empresa tenham sido eficientes durante todos esses anos, é imprescindível acompanhar as tendências e sempre se adaptar a elas. Por isso, mudar a cultural organizacional é um desafio para muitas companhias!

Convém ressaltar que essa mudança deve englobar a empresa como um todo. Isso porque um projeto de logística omnichannel dependerá da atuação de muitos outros setores e fatores, como de vendas, marketing, atendimento, otimização da loja virtual, participação da marca nas redes sociais etc.

Integre os canais online e offline

Vale reforçar a ideia de que o conceito de omnichannel não significa “substituir” os canais offline pelas ferramentas online. Muito pelo contrário! A proposta é promover experiências em ambos, possibilitando que o consumidor decida a melhor opção para ele.

Para se ter uma ideia da importância dessa integração dos dois ambientes, hoje, a internet influencia mais de 50% na decisão de compra do brasileiro, apesar de a preferência ser a compra diretamente na loja física. Ou seja, mesmo que seu site ainda não seja o principal canal de vendas de seus produtos, ele pode ser um poderoso meio de trazer mais fluxo para o seu estabelecimento.

Isso também faz parte das estratégias da logística omnichannel e, inclusive, é case de sucesso em muitas organizações famosas, como os exemplos abaixo:

Case Amazon

A gigante americana já patenteou uma metodologia própria de um sistema de picking revolucionário, graças a essa integração de seus ambientes online e offline. O chamado “carregamento antecipado” da empresa consiste na antecipação da separação dos pedidos online, antes mesmo do cliente concluir o pagamento.

Isso quer dizer que por meio da análise de comportamento do consumidor na internet, a empresa já consegue prever as suas ações e agilizar os processos de entrega, promovendo uma experiência ainda mais rápida e ágil do que o próprio same-day delivery, por exemplo.

Case Leroy Merlin

A líder francesa em materiais de construção sabe que depende, basicamente, de suas lojas físicas para vender esse tipo de produto. No entanto, isso não a impediu de reformular sua participação online e melhorar, ainda mais, sua estrutura offline.

A empresa investiu em sistemas de geolocalização, permitindo que o cliente consiga acessar, com detalhes, os dados das lojas — como endereços, contatos e estoques atualizados. Ademais, seus armazéns foram modernizados com novas tecnologias e estruturas práticas, otimizando os seus processos e garantindo mais eficiência nas entregas.

Melhore os processos logísticos

Outro grande desafio da logística omnichannel é, justamente, conseguir alinhar seus processos e operações diante das mudanças e aumento das demandas. Para isso, é preciso de uma boa gestão e, principalmente, buscar pela otimização de cada etapa operacional.

Aproveitando os exemplos citados acima, podemos dizer que, em ambos os casos, os principais fatores para melhorar a experiência do cliente foi reformular e modernizar a estrutura interna dos armazéns. Tanto a Leroy Merlin como a Amazon investiram em sistemas de picking mais eficientes, em uma armazenagem mais prática e na movimentação mais ágil de produtos dentro do estoque, além de tecnologias para o acompanhamento das entregas.

Esses modelos servem de exemplo para qualquer outra empresa que deseja implementar um projeto de logística omnichannel. Afinal, de nada adianta aumentar a participação online da marca e ter a parte operacional falha, sem conseguir atender às demandas.

Nesse sentido, separamos alguns exemplos de tecnologias e estruturas que podem “revolucionar” suas operações logísticas.

Enfim, o conceito de logística omnichannel vai muito além de uma tendência de mercado. Por isso, deve ser vista como uma estratégia diferencial, que possibilita promover experiências melhores e positivas aos clientes. No entanto, vale reforçar que não basta apenas investir e aumentar a participação da marca nos ambientes online, os canais offline também precisam integrar essa mudança.

Gostou do post? Quer ficar por dentro de outras dicas importantes para conseguir implementar esse conceito na sua empresa? Então não deixe de conferir também nosso próximo artigo sobre os 7 passos indispensáveis para a sua empresa atingir a eficiência logística. Boa leitura!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos sobre Logística e Sistemas de Armazenagem

Obrigado por se inscrever!