mapa de roteirização logística

O que é roteirização logística, como fazer e quais suas vantagens?

A cadeia de distribuição tem, cada vez mais, alto valor estratégico para uma organização. Apesar dos desafios do setor, quando aliada à tecnologia, ela pode render resultados ainda mais expressivos para empresas e ser mais eficiente e econômica. Um exemplo de uma ferramenta essencial para o sucesso é a roteirização logística.

A possibilidade de programar rotas e caminhos mais inteligentes apresenta inúmeros benefícios para a gestão de transportes de entregas, favorecendo a competitividade da empresa diante de um cenário tão concorrido.

Para saber mais sobre esse recurso e o que ele pode fazer pelo seu negócio, continue a leitura e entenda como esse instrumento tecnológico funciona, como incorporá-lo às suas rotinas e todas as suas vantagens! Acompanhe!

O que é roteirização logística de frotas e entregas?

Empresas que trabalham com entregas precisam planejar a forma como vão transportar uma carga de um ponto a outro. Nesse ínterim, são considerados alguns fatores, como:

  • caminho mais adequado (ou mais curto);
  • trânsito;
  • distância;
  • pedágios;
  • restrições de altura de veículo ou para tráfego de caminhões de carga;
  • condições do asfalto;
  • riscos e segurança.

Como se pode perceber, criar rotas é uma atividade trabalhosa e complexa, uma vez que são muitas as variáveis — rotas longas podem prolongar o prazo de entrega e afetar a competitividade da empresa. Ao mesmo tempo, trajetos curtos podem estar repletos de pedágios — que geram mais despesas —, e pegar atalhos pouco conhecidos pode colocar o motorista e a carga em risco de assaltos ou acidentes.

É nesse contexto que entra a roteirização logística automatizada, que é feita por um software. Esses sistemas dispõem de diversas funcionalidades e são capazes de montar rotas inteligentes de acordo com as prioridades da empresa (tempo, custos, segurança etc).

O programa planeja, em poucos cliques, uma sequência otimizada para as entregas. Além de levar em conta origem, destinos e diversos pontos de carga e descarga, o software também analisa:

  • os gastos de um trajeto;
  • a capacidade necessária da frota;
  • o tempo de atendimento;
  • a jornada do motorista;
  • o consumo de combustível;
  • entre outros.

O principal intuito dessa tecnologia é otimizar ao máximo o uso da frota, dos recursos, da mão de obra e do tempo de uma instituição, garantindo entregas mais eficazes, rápidas e pelo menor custo possível. Da mesma maneira, o gestor de transportes pode assumir um papel proativo e ter um controle superior do fluxo de remessas e movimentações do negócio.

Quais são suas vantagens?

Como vimos, a roteirização logística favorece a gestão de transportes e proporciona excelentes ganhos. Conheça os benefícios:

Redução de custos

Minimizar gastos é uma das maiores vantagens da roteirização logística, uma vez que o objetivo dessa ferramenta é permitir que empresas aproveitem melhor seus recursos e usem o orçamento reservado para o transporte de forma efetiva. Logo, trajetos mais econômicos são possíveis em razão de:

  • um melhor aproveitamento da frota: ao programar rotas, o software aponta quais são os veículos adequados de acordo com a operação, o modelo, a capacidade da carga e o nível de consumo de combustível. Isso evita problemas, como desgaste desnecessário e subutilização de caminhões;
  • uma diminuição das despesas variáveis: roteiros otimizados buscam encurtar distâncias e evitar estradas danificadas. Consequentemente, economiza-se com combustível, óleo, pedágios, pneus, manutenções constantes, entre outros;
  • uma valorização da mão de obra: quando a roteirização logística é aplicada de forma correta, a equipe é distribuída de um modo mais organizado. Assim, a empresa tem condições de reduzir problemas com desgaste e estresse de motoristas, que resultam em turnover, absenteísmo e excesso de horas-extras.

A diminuição dos gastos e o melhor rendimento dos recursos corporativos são aspectos que se refletem também no aumento da margem de lucro do negócio e no aperfeiçoamento da precificação dos serviços.

Afinal, se as entregas podem ser consolidadas por um valor menor, a instituição consegue praticar um preço mais competitivo pelo frete e, assim, sair na frente da concorrência, elevando sua participação no mercado.

Entregas mais rápidas

Outro aspecto da roteirização logística capaz de ampliar a percepção de valor e a qualidade do serviço é a agilidade das entregas. O software calcula os percursos de acordo com a demanda de cada cliente e, desse jeito, promove a redução do tempo gasto para realizar remessas.

Mais do que rapidez, o uso dessa tecnologia assegura que os envios sejam feitos dentro do prazo, contribuindo para a satisfação do cliente. Além do mais, caminhos mais ágeis possibilitam a redução da quilometragem rodada por cada veículo, o que evita a deterioração precoce dos caminhões e amplifica sua vida útil.

Como escolher um software ideal para realizar a roteirização logística?

Dentre as muitas opções no mercado, o Transportation Management System (TMS) — em português, Sistema de Gestão de Transporte — é um software de gestão completa para o controle da frota e da distribuição de carga. Além da roteirização logística, ele permite, entre outras ações:

  • emitir documentos;
  • monitorar a performance dos motoristas e veículos;
  • cadastrar e administrar o fluxo de informações sobre os fretes e as cargas;
  • rastrear a carga e descarga de produtos;
  • comunicar-se com os condutores;
  • controlar os tempos de parada dos caminhões;
  • receber notificações sobre riscos;
  • estimar o tempo de entrega de cada rota;
  • gerar rotas de múltiplos destinos e veículos simultaneamente;
  • fazer ajustes nos percursos de forma flexível.

Para escolher a solução ideal para sua empresa, avalie as necessidades da corporação, dos usuários e dos clientes. Busque entender se, na sua companhia, existe alguma restrição para o uso do software e como ele pode resolver problemas e gargalos. ​

Como implementar a roteirização logística em uma empresa?

Não basta adquirir o software: a empresa precisa se preparar para incorporar essa tecnologia ao seu dia a dia. Confira estas dicas:

Defina políticas de transporte

Entenda quais são as diretrizes que regem a situação atual da empresa e do seu segmento. Nesse momento, vale examinar quais são os focos estratégicos para o uso do software, como ter mais segurança, reduzir custos ou elevar o nível do serviço.

Conheça as características operacionais

Mapeie o fluxo de seus atendimentos e demandas para saber como será a atuação do software. Levante alguns dados, como:

  • quantidade de pedidos;
  • frequência;
  • ritmo do escoamento de produtos;
  • distribuição geográfica das áreas de coleta e entrega de carga;
  • limites dos horários de trabalho;
  • restrições sobre a circulação do transporte de carga.

Aprimore toda a cadeia

O software de roteirização logística cuida de uma parte do processo, que é a movimentação de carga. Para alinhar procedimentos e atingir a eficácia total, otimize seu sistema de armazenagem para que determinadas etapas, como carga e descarga de caminhões, aconteçam com mais segurança e agilidade. Ter um armazém organizado fará toda a diferença na redução do tempo, de erros e de desperdícios.

Agora que você sabe mais sobre a roteirização logística e seu papel para o dinamismo da cadeia de distribuição, entende como esse recurso é essencial para o crescimento e para a relevância de uma empresa. Assim, aposte nessa tecnologia para tornar seu planejamento de rotas mais estratégico!

Você gostou de conhecer mais sobre roteirização logística? Quer descobrir como potencializar também seu sistema de armazenamento e estocagem? Entre em contato conosco e conheça nossas soluções!

newsletter blog da longa industrial

Inscreva-se em nossa Newsletter!

Receba nossos conteúdos por e-mail.

Seja bem-vindo à nossa newsletter!

Sem comentários

Cancelar